Quem Somos

Em 1989, após algumas décadas de paragem, surge de novo a Secção de Natação do Sporting Clube de Espinho, pelas mãos da professora Rosa Maria Castro, que acumulou nesse momento as funções de Directora da sessão e treinadora das classes de Natação Sincronizada. Neste mesmo ano, a seu convite, o professor Adriano Coutinho, assume as funções de treinador e coordenador das classes de Natação pura, cargo que ocupa no clube até à presente data.

Nesta altura, a scção de Natação do SCE, contava com total apoio da Solverde, entidade que na época era a gestora da Piscina hoje Municipal. Durante algumas épocas, a filiação da Secção de Natação na Federação Portuguesa da modalidade foi realizada com o nome de  SCE/SOLVERDE.

Tal como acontece actualmente com a escola de Natação Municipal, as classes de Natação do Sporting Clube de Espinho, tiveram como alicerce fundamental, a coordenação de esforços com Escola de Natação Solverde.

Em 1991, realizou-se, na Piscina Solário Atlântico, o 1º Festival de Natação do Sporting clube de Espinho, com exibições de natação sincronizada por parte da equipa do SCE e a das principais equipas nacionais da modalidade. Assistiu-se também pela primeira vez,  a uma  exibição de saltos para a água por parte dos atletas da selecção nacional desta especialidade  e exibição dos atletas de natação pura do Sporting clube de Espinho.

Neste mesmo ano, a equipa de Natação Sincronizada, entrou pela primeira vez em competição, tendo alcançado dois terceiros lugares em prova Nacional realizada em Loulé, com as atletas Sofia Castro e Carla Silva.

Também neste ano de 1991, a equipa de Natação Pura iniciou a competição, e com excelentes resultados, pois os  seus atletas  alcançaram o primeiro lugar em todas as provas em que participaram no  II Torneio de Captação de Aveiro e um mês depois no V Torneio de cadetes, realizado em Lamas.
Tal feito foi alcançado pelos nadadores: António Fonseca, Bruno Lopes, Diogo Cruz, Eduardo Rodrigues, Francisco Silva, Hugo Nunes, João Ferreira,  Jorge Freitas, Maximino Couto, Miguel Oliveira,  Pedro Sousa,  Ricardo Marques e Rui Barbosa.

Ainda em 1991, pela primeira vez quatro atletas do SCE foram convocados para a selecção regional: António Fonseca,  Bruno Lopes, Francisco Silva e Hugo Nunes.

Em 1992, o nadador Bruno Lopes, obteve um segundo lugar a 23 décimos do primeiro classificado, no torneio internacional  “SOPETE”, realizado em piscina de 50m na Povoa de Varzim, feito que viria a repetir mais tarde no Meeting Internacional do Porto.

Bruno Lopes viria a tornar-se um dos melhores atletas do clube, ao bater por diversas vezes os Records Regionais de 100 e 200 metros bruços, e obtidos vários “podiuns” de segundo e terceiro classificado em Campeonatos Nacionais. Algumas marcas realizadas por este atleta ainda constituem em 2011 recordes do clube.

O segundo atleta do clube a realizar mínimos para os campeonatos Nacionais foi, Carlos Silva, actualmente treinador do clube, que em 1993, obteve mínimos nos 100 e 200 metros Bruços.

Mais tarde, Ana Cabral, passa também a fazer parte do “grupo” de nadadores do clube que representaram o SCE em campeonatos Nacionais.

Ainda nesta época, António Cabral, pai da atleta, Ana e Inês Cabral, disponibilizou o seu ginásio particular e conhecimentos na área da musculação e juntamente com o professor Adriano Coutinho, realizaram pela primeira vez um programa de musculação específica fora de água com alguns atletas.

Em 1994, Júlio Fortuna, inicia as funções de Delegado da Natação Pura.

No inicio da época 1996/97, a natação Sincronizada passa a contar com a colaboração das professores Cristiana Vanzeler e Mariana Almeida, coordenadas pela professora Rosa Castro, que acabaria por abandonar a secção no final desta  época, após 8 anos de dedicação e excelentes resultados.

Por esta altura, as atletas Vanessa Fernandes e Isabel Catarino, começam a aparecer como figuras de destaque da secção, ao realizarem excelentes marcas e resultados em Campeonatos Nacionais e nos Meetings internacionais do Porto e Estoril, com destaque para  a nadadora Isabel Catarino, que obteve por diversas vezes “podiuns” nestas duas competições acabando por mais tarde ser considerada a Atleta Revelação da Associação de Natação de Aveiro e  recebendo no ano seguinte o troféu de Melhor Atleta do Ano.

Em 1997, o professor Pedro Vitorino, passa a fazer parte do corpo técnico da natação pura, assim como o Sr. Reis, pai de um nadador da época, que se disponibilizou a ser delegado da natação pura.

Em 2002, Isa Sabença, Raquel Lima, Luísa Tavares e Fernando Mourão, conseguem mínimos para participarem nos Campeonatos Nacionais realizados em Guimarães.

 

Continua em breve...

poker joomla templateeverest poker bonus
Publicidade
By Joomla 1.6 Templates and Simple WP Themes